VOCÊ FAZ O SUCESSO

VOCÊ FAZ O SUCESSO

TV JORNAL CARUARU - AO VIVO

BAIXE O APLICATIVO RADIOSNET E OUÇA A NOVA XUCURU EM TODO LUGAR; CLIQUE NA FOTO ABAIXO E SAIBA MAIS

quinta-feira, 2 de julho de 2015

GOVERNO ADIA METADE DOS PAGAMENTOS DO ABONO SALARIAL PARA O ANO QUE VEM

Com informações da Agência Brasil -

Cerca de metade dos trabalhadores com direito ao abono salarial de 2015 só receberão o benefício no próximo ano. O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou a extensão do calendário de pagamento. A mudança fará o governo economizar R$ 9 bilhões neste ano.

Em vez do cronograma tradicional de pagamento, de julho a outubro, o abono será pago em 12 meses, de julho deste ano até junho de 2016. Do total de R$ 19,1 bilhões previstos, R$ 10,1 bilhões serão desembolsados neste ano. A medida foi aprovada pelo conselho, que reúne representantes do governo, dos empresários e dos trabalhadores, em reunião na manhã de hoje (2).

Neste ano, o governo tinha tentado restringir a concessão do abono salarial, destinado ao trabalhador com carteira assinada, que ganha até dois salários mínimos e que trabalhou pelo menos 30 dias. O Congresso chegou a aprovar a Medida Provisória 665, que previa a concessão do benefício a quem tinha trabalhado pelo menos 90 dias, mas a presidenta Dilma Rousseff vetou o dispositivo, após acordo com os senadores. Parte dos parlamentares alegava que a restrição era inconstitucional.

A extensão do calendário de pagamentos ajudará o governo a reduzir os gastos para cumprir a meta de superávit primário – economia para o pagamento dos juros da dívida pública – de R$ 66,3 bilhões em 2015 (1,1% do Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas no país).

Originalmente, o governo pretendia economizar R$ 16 bilhões com as novas regras do seguro-desemprego e do abono salarial. Com as mudanças no Congresso, a economia havia caído para R$ 5 bilhões.

Por enquanto, a ampliação do prazo de pagamento só vale para os benefícios de 2015. O calendário de pagamento do abono salarial de 2016 só será discutido pelo Codefat na reunião do próximo ano. O novo cronograma foi aprovado por 10 votos a 7. Os votos contrários vieram, na maior parte, dos representantes dos trabalhadores.

A decisão desagradou às centrais sindicais. Em nota, a Força Sindical criticou a extensão do calendário, classificando a mudança de retirada de direitos dos trabalhadores. “Não satisfeito com todas as dificuldades impostas à classe trabalhadora brasileira, como a redução de direitos trabalhistas e previdenciários, conquistados ao longo dos anos, o governo vem, agora, com outra pedalada para cima dos trabalhadores, penalizando, desta forma, milhares de trabalhadores de menor renda”, criticou a entidade.

Na reunião de hoje, o Codefat também aprovou o orçamento do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para 2016. No próximo ano, o fundo contará com R$ 76,4 bilhões, uma queda de 7,21% em relação ao orçamento de 2015 (R$ 82,4 bilhões). O valor leva em conta um aporte de cerca de R$ 4 bilhões do Tesouro Nacional ao fundo.

Formado por parte da arrecadação do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), o FAT custeia o pagamento do seguro-desemprego e do abono salarial e financia cursos de qualificação profissional.

O Codefat elegeu ainda o novo presidente, Virgílio Carvalho, da Federação Nacional de Turismo, seguindo a política de alternar representantes dos trabalhadores e dos patrões. Ele substitui, no cargo, o sindicalista Quintino Servero.

Em nota, o Ministério do Trabalho informou que a mudança no calendário foi necessária para garantir a saúde financeira do FAT e proteger o patrimônio dos trabalhadores. “Mais pessoas, nos últimos 12 anos, ingressaram no mercado de trabalho, saltando de 23 milhões para 41 milhões de formais. Isso passou a exigir um aumento progressivo e concentrado do desembolso do FAT para atender ao benefício”, informou a pasta.

Foto: Divulgação

VACINA CONTRA AIDS MOSTRA RESULTADOS PROMISSORES EM MACACOS

Com informações da AFP - Agence France Press -

Uma vacina experimental contra o HIV, o vírus responsável pela aids, mostrou resultados promissores em macacos, segundo um estudo publicado nesta quinta-feira na revista Science.

Esta vacina "duplo viral", que primeiro prepara o sistema imunitário com um outro agente patogênico e em seguida, impulsiona uma proteína encontrada em torno do invólucro do HIV, pode ser a melhor estratégia para proteger contra a infecção por este vírus em seres humanos, como pesquisadores.

Primeiro eles injetaram nos macacos uma vacina contra um adenovírus - vírus ligados a muitas infecções humanas - para alertar o sistema imunológico. Numa segunda fase, foi injetada uma espécie de lembrete, desta vez com uma proteína purificada que forma o envelope do HIV, o que provocou uma forte reação das células imunitárias.

Um tal sistema, que visa multiplicar tanto a magnitude da resposta imune como alargar a proteção contra ataques virais subsequentes, foi utilizado com a vacina contra o Ebola. 

No caso da vacina experimental contra a aids, os cientistas foram capazes de proteger totalmente metade de doze macacos contra a infecção do vírus de imunodeficiência símia (VIS), semelhante ao HIV que ataca os seres humanos.

"Nos sentimos encorajados pelos resultados deste estudo pré-clínico, que abre o caminho para a avaliação de uma vacina que poderia servir aos seres humanos", afirmou o virologista Dan Barouch, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard e um dos os principais autores da pesquisa.

Já está em curso um estudo clínico de fase 1 com voluntários saudáveis, para avaliar a segurança da vacina experimental.

Foto: Divulgação

PROGRAMA MÃE CORUJA COMEMORA REDUÇÃO DA MORTALIDADE INFANTIL EM PERNAMBUCO

Com informações do Liberdade.com.br -

O número de casos de mortalidade infantil reduziu em Pernambuco. É o que aponta o balanço dos resultados alcançados pelo Mãe Coruja de 2007 até o período atual. De acordo com a coordenação do programa, a mortalidade infantil em Pernambuco caiu de 25,8 por mil nascidos vivos, em 2007, para 16 por mil, em 2012. Por serem calculados a cada dois anos, os dados mais recentes ainda não foram fechados. Desde que foi lançado, o Mãe Coruja já atendeu 140 mil mulheres e 80 mil crianças.

As informações foram repassadas no IV Encontro do Programa Mãe Coruja, que traz como tema “A importância do desenvolvimento infantil para construção da sociedade”, e reúne, pelo menos, 500 profissionais e técnicos que atuam no programa, no teatro Tabocas do Centro de Convenções de Pernambuco, na manhã desta quinta-feira (2).  

A coordenadora do programa, Bebeth de Andrade de Lima, afirmou que o encontro tem o objetivo de reforçar o olhar da neuroeducação na infância e formar os profissionais e técnicos da Região Metropolitana do Recife ao Sertão do Estado que atuam no programa.

Mãe Coruja

Instituído como política pública através da Lei 13.959, o Mãe Coruja está presente em 105 municípios, sendo 103 com gestão estadual e dois com cooperação técnica entre o Estado e as cidades de Ipojuca e Recife. Em todos os municípios onde o programa está presente existe um espaço de referência denominado Canto Mãe Coruja, destinado ao acolhimento, monitoramento e promoção de ações intersetoriais envolvendo 14 secretárias estaduais.

Foto: Divulgação

VEREADOR CLAUDEMIR RECEBE VISITAS DE SECRETÁRIO E ENGENHEIROS EM XUCURU

Com informações do Blog -

Nesta quinta-feira (02), o vereador Claudemir Paulino teve a honra de receber as visitas  do Secretário de Obras do Município de Belo Jardim, Nildomar Santana e engenheiros da empresa MASA, que aproveitaram a ocasião para vistoriar a conclusão da obra do calçamento da Serra da Igrejinha de Xucuru, e também o início da Academia da saúde no Sítio Palha, que está com trabalhos bem avançados.

É mais um trabalho de Claudemir para a região de Xucuru, em parceria com o prefeito João Mendonça, governo estadual e com o governo federal. Ações importantes que beneficiarão a toda a população em geral. São obras que ficarão para a vida toda, servindo de muita utilidade, melhorando o deslocamento de pessoas, veículos, entre outros que usam a estrada que  recebeu o calçamento, sem contar a serventia que terá a academia da saúde, onde as pessoas poderão praticar exercícios físicos diariamente com tranquilidade, além de ficar de bem com a saúde. O espaço ainda terá parques de diversão para as crianças e um prédio para reuniões e recepções, a construção está acontecendo no entorno da igreja católica da localidade, melhorando o dia a dia da comunidade.

Ações importantes como estas, são dignas de elogios e agradecimentos, benefícios que podem até terem sidos prometidos no passado por outros políticos, mas só agora com a atuação de Claudemir em conjunto com o prefeito João Mendonça, estes importantes trabalhos estão sendo realizados, para facilitar a vida da população.






Fotos: Assessoria

PREFEITURA DE FLORESTA, PE, LANÇA EDITAL DE CONCURSO PARA 424 VAGAS

Com informações do G1 CARUARU -

A prefeitura Municipal de Floresta (PE) lançou o edital para o concurso público que pode preencher 424 vagas para funções de níveis fundamental, médio/técnico e superior. Os salários variam de R$ 788 a R$ 8 mil. O edital está disponível no site da organizadora. No site da organizadora é possível acessar o edital.

Entre as oportunidades de nível superior há ofertas em áreas como Arquitetura, Turismo, Biblioteconomia, Educação, Biomedicina, Bioquímica, Farmácia, Enfermagem, Veterinária e várias especialidades da Medicina. Para as nível médio/ técnico há vagas em segmentos de Saúde, Administração, Educação, Turismo e Contabilidade. As de nível fundamental são para áreas de Mecânica, Elétrica, Marcenaria e outras.

As inscrições podem ser realizadas a partir do dia 6 de julho pelo site www.conpass.com.br. A taxa varia de R$ 55 a R$ 75. O pedido de isenção deste valor pode ser feito até 16 de julho. As provas estão previstas para o dia 13 de setembro.

O concurso terá dois anos de validade e poderá ser prorrogado pelo mesmo período.

Foto: Reprodução

POR NOVA ELEIÇÃO É A NOVA ARMA DO PSDB

Com informações do Blog de Inaldo Sampaio -

As oposições que atuam no Congresso, comandadas politicamente pelo PSDB, arquivaram o projeto de tentar afastar Dilma Rousseff da Presidência da República por meio de um processo de impeachment. Substituíram a tese do impedimento por um eventual processo de crime de responsabilidade, caso o TCU rejeite as contas da presidente (2014) pela prática de “pedaladas fiscais”. 

No entanto, o parecer do TCU pode não ser acolhido pelo Congresso e isso levou as oposições a mudarem de tática novamente. Elas resolveram apostar agora na antecipação das eleições presidenciais previstas para 2018 na suposição de que Dilma Rousseff não conseguirá concluir o mandato. Além das crises econômica, financeira e moral, que corroem a credibilidade do governo, a impopularidade da presidente já alcançou o “volume morto”, como bem observou o ex-presidente Lula, segundo constataram pesquisas recentes do Datafolha e do Ibope.

Maioridade penal

Faltaram apenas 5 votos para que a redução da maioridade penal fosse aprovada ontem pela Câmara Federal. Os que votaram a favor queriam que o jovem de 16 anos que praticasse crime hediondo respondesse por ele, penalmente, igual a um adulto de 18. E os que votaram contra sustentaram teses que nada tinham a vez com o foco da questão: que o percentual de crimes praticados por jovens é ínfimo e que a redução não resolveria o problema da violência no país.

Arquivo – Foi arquivado na Câmara Municipal de Toritama o processo que pedia a cassação do prefeito Odon Ferreira (PSB), acusado de gastar R$ 10 mil com a compra de flores em 2013 para distribuí-las no Dia das Mães. Eram necessários nove votos para cassar o prefeito, mas só sete edis votaram a favor. A defesa de Odon foi feita pelo advogado Paulo Roberto Fernandes Pinto.

Votos – Pré-candidato a prefeito de Petrolina, o deputado Adalberto Cavalcanti (PTB) mantém em funcionamento nos bairros da periferia duas unidades móveis com médicos e dentistas.

Clamor – O PTB de Cabrobó vai lançar o ex-prefeito Eudes Caldas para concorrer à prefeitura no próximo ano alegando que há um verdadeiro “clamor” no município pela volta dele.

Corte – De tanto ser questionado por Sílvio Costa (PSC), o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), não lhe dá mais atenção. Ouve o que ele diz e passa a palavra a outro.

Campeão – O deputado Ângelo Ferreira (PSB) registrou na tribuna da Alepe a performance do prefeito de Brejinho, José Vanderley, na pesquisa da Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro): melhor gestor fiscal de Pernambuco e o 44º do Brasil. Ontem, Paulo Câmara parabenizou o prefeito pela gestão fiscal ultra responsável.

Ruído – Ligado ao deputado Jarbas Vasconcelos, o secretário de Segurança Urbana da PCR, Murilo Cavalcanti, também filiado ao PMDB, desconhece qualquer ruído na relação dele com o prefeito Geraldo Júlio (PSB). Murilo faz parte da quota do PMDB na gestão do atual prefeito, assim como o secretário Jayme Asfora (Juventude).

Pressão – O deputado Joel da Harpa (PROS) fez uma denúncia grave na Assembleia Legislativa na véspera do recesso parlamentar: que o comando geral da PM, para atingir as metas do “Pacto pela Vida”, estaria fixando quotas de boletins de ocorrência para os seus subordinados. Que, por falta de queixas para anotação, estariam forjando os BO (s). O parlamentar, que também é soldado da PM, recebeu a denúncia de um colega de farda.

Cultura – O secretário Antônio Figueira (Casa Civil) deve anunciar hoje a participação do Governo do Estado na 44ª Festa Universitária de São José do Egito, evento que precede a Festa dos Estudantes de Triunfo. A Fundarpe sempre colaborou com este evento, que tem um forte componente cultural. Se bem que, nos últimos dois anos, o patrocínio foi insignificante, comparado, por exemplo, com o Festival de Inverno de Garanhuns.

Foto: Divulgação

LÂMPADA INCANDESCENTE DE 60 WATTS DEIXA DE SER VENDIDA; INMETRO FISCALIZA

Com informações do G1 -

O consumidor não encontra desde esta quarta-feira (1) as lâmpadas com filamento incandescente de 60 watts para comprar em estabelecimentos comerciais. As incandescentes de 60W são as mais utilizadas pelos brasileiros.

Fiscais dos Institutos de Pesos e Medidas (Ipem), órgãos delegados do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) nos estados, iniciarão a fiscalização no varejo. Fabricantes, importadores e comerciantes que não atenderem à legislação estarão sujeitos a penalidades previstas em lei, com multas que variam de R$ 100 a R$ 1,5 milhão.

Já as lâmpadas de 25 e 40 watts deixaram de ser produzidas nesta terça-feira (30), mas poderão ser comercializadas até 30 de junho de 2016. As lâmpadas incandescentes acima de 75W e 100W deixaram de ser comercializadas em 30 de junho de 2014.

A mudança atende a cronograma estabelecido pela Portaria Interministerial 1007 dos Ministérios de Minas e Energia, da Ciência, Tecnologia e Inovação e do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, de dezembro de 2010, que fixou índices mínimos de eficiência luminosa para fabricação, importação e comercialização das lâmpadas incandescentes de uso geral em território brasileiro.

O consumidor tem três opções de lâmpadas domésticas: lâmpadas fluorescentes compactas, lâmpadas incandescentes halógenas e lâmpadas LED. Apesar de mais caras que a incandescente, gastam menos energia e duram mais.

Segundo o Inmetro, uma família que mora em uma casa de dois quartos gasta, em média, R$ 20 a 30 por mês para iluminar a residência com lâmpadas incandescentes de 60W, ao passo que se optar pela troca por lâmpadas fluorescentes compactas terá seus gastos mensais reduzidos para até R$ 4.

A mudança leva em conta a eficiência energética, principalmente no momento em que o Brasil atravessa uma escassez de chuvas que deixa os reservatórios das usinas hidrelétricas em níveis críticos. "O consumidor brasileiro se adaptou na crise energética de 2001 quando passou a consumir mais fluorescentes compactas do que incandescentes", diz Isac Roizenblatt, diretor técnico da Abilux.

Segundo Marcos Borges, responsável pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), as lâmpadas incandescentes estão presentes em 70% dos lares brasileiros, com cerca de 300 milhões de unidades vendidas por ano. A decisão de interromper a fabricação e comercialização é uma tendência mundial recomendada pela Agência Internacional de Energia.

De acordo com a Abilux, as fluorescentes compactas são quatro a cinco vezes mais eficientes do que as incandescentes, economizam cerca de 70 a 80% de energia para produzir o mesmo volume de luz e têm uma vida de 6 a 10 vezes maior. Já as lâmpadas LED têm uma eficiência de 80 a 90% superior às incandescentes e uma vida de 25 a 30 vezes maior. As incandescentes halógenas têm uma eficiência cerca de 20% maior e cerca do dobro de vida.

Lâmpadas fluorescentes compactas têm uma vida mediana superior a 6 mil horas, lâmpadas a vapor de sódio em alta pressão chegam a uma vida mediana de 32 mil horas e lâmpadas LED podem chegar a uma vida útil superior a 50 mil horas.

Foto: Reprodução

CÂMARA DOS DEPUTADOS APROVA NOVA PROPOSTA QUE REDUZ A MAIORIDADE PENAL PARA CRIME HEDIONDOS

Com informações da Agência Brasil -

Sob o comando do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em menos de 24 horas a Câmara dos Deputados derrubou a rejeição à redução da maioridade penal e aprovou, em primeiro turno, por 323 a 155 votos e 2 abstenções, no começo da madrugada de hoje (2) uma emenda substitutiva, praticamente idêntica a derrubada ontem (1º), e que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos para crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.

Contrariamente ao que ocorreu na sessão de terça-feira (30), quando o substitutivo do deputado Laerte Bessa (PR-DF) foi derrotado por 5 votos (eram necessários 308 votos para a aprovação, mas a proposta recebeu 303 votos favoráveis), as galerias estavam vazias. Estudantes e integrantes de movimentos sociais tentaram chegar ao local, mas foram impedidos pela segurança da Casa. O PT, PCdoB, PDT, PSB, PPS, PV, PROS se colocaram contrários à aprovação. O PSOL entrou em obstrução.

A emenda aprovada propõe a redução da maioridade penal, de 18 para 16 anos, nos casos de crimes hediondos (estupro, sequestro, latrocínio, homicídio qualificado e outros), homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. O texto também prevê a construção de estabelecimentos específicos para que os adolescentes cumpram a pena.
Contrário à redução, o peemedebista Darcísio Perondi (PMDB-RS) criticou o argumento usado para aprovar a emenda, de que a redução não valeria para os crimes de tráfico de drogas. "Não é verdade que adolescentes não terão sua maioridade reduzida. A emenda mantém o entendimento de que adolescentes possam ter a idade reduzida por envolvimento com drogas, defendeu, Perondi.  A saída é o Estatuto da Criança e do Adolescente. Não adianta vender carne de picanha e oferecer carne de terceira”, disse.

A mesma argumentação foi usada pelo líder do PT, José Guimarães (CE). Segundo ele, o jovem entre 16 e 17 anos acusado de tráfico de drogas poderá ser julgado como adulto mesmo depois da alteração da emenda que reduz a maioridade para 16 anos em crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morta. “Esse é o problema da emenda, diz uma coisa e resulta em outra”.

Liderados pelo PMDB de Cunha, PSDB, DEM, PSD, PR, PTB, PRB e PP votaram pela redução. O deputado Beto Mansur (PRB-SP) defendeu a proposta. Ele disse que a mudança da maioridade penal não anula esforços para melhorar a educação de crianças e adolescentes. “Precismos colocar na cadeia aquele que mata, estupra, tira a vida das pessoas”, disse.

O líder do PMDB, deputado Leonardo Picciani (RJ), afirmou que respeita as posições divergentes do partido, mas vai defender que jovens entre 16 e 17 anos que cometem crimes hediondos sejam julgados e condenados como adultos. “O PMDB vai reafirmar a sua posição. A proposta é equilibrada, ela é restrita e é a resposta que a sociedade anseia não por capricho, mas porque não aguenta mais a impunidade”.

Durante a sessão, os deputados criticaram a atuação de Cunha a quem acusaram de ter manobrado o regimento e colocado novamente em votação uma matéria vencida, o que é proibido pela Constituição de 1988. Eles defendiam que, com a rejeição do substitutivo, o texto original da PEC (que reduzia a maioridade para todos os crimes) deveria ser colocado em votação. Por não ter apoio da maioria, a tendência era que a proposta também fosse derrubada. Entretanto, Cunha, que é defensor da redução, aceitou apresentação de diversas emendas aglutinativas muito semelhante ao derrotado ontem, sem chegar a votar o texto principal. 

"A gente pode fazer uma grande disputa de natureza politica, a gente pode discordar, mas uma coisa sempre foi sagrada: o resultado é válido. Mas com o que está se passando, passamos a avaliar que o nosso voto não vale e a votação de hoje é o simbolo disso", criticou o deputado Glauber Braga (PSB-RJ). “Não é aceitável para ninguém que quem tomou uma derrota na madrugada, de manhã  faça uma reposição; acerte com alguns líderes para tentar garantir uma vitória que não existiu há pouquíssimas horas”, disse a líder do PCdoB, Jandira Feghali (RJ).

O texto agora será votado em segundo turno na Câmara e caso seja aprovado seguirá para o Senado. "Tenho que cumprir o regimento e ele diz que temos que esperar cinco sessões. antes de cinco sessões não virá. talvez não venha nesse semestre e fique para o segundo, o que não importa", disse Cunha.

Foto: ABr

quarta-feira, 1 de julho de 2015

REDUÇÃO DO NÚMERO DE HOMICÍDIOS ATINGE META PELA 1ª VEZ EM 20 MESES, NO ESTADO DE PE

Com informações da FOLHA PE -

Pela primeira vez em 20 meses, a redução de número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) atingiu a meta estipulada pelo Pacto Pela Vida, de 12%. Em junho deste ano, em comparação com o mesmo mês de 2014, a redução foi de 13,9%, em números absolutos, e de 14,9%, considerando a taxa de homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes. Foram 309 casos ante aos 266 deste ano.

Segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), que apresentou os dados nesta quarta (1º), a última vez que a meta havia sido atingida foi em setembro de 2013. Em maio passado, foi registrada a primeira redução, mas os números ainda tinham ficado acima da meta.

A SDS atribui os resultados a ações como a apreensão de armas, que teve um aumento de 20%, até o meio deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 2.902 itens ante 2.423, em 2014. O número de operações de repressão qualificada também aumentou, passando de 14, até junho do ano passado, para 17, no mesmo período de 2015. Destaque para as operações Redenção, Fronteiras, Sampa, Paz na Serra e Ilha, realizadas no mês passado e que resultaram em 135 prisões.

Foto: Divulgação

MEGA-SENA ACUMULA E PODE PAGAR R$ 11,5 MILHÕES, NO SÁBADO (04)

Com informações de Agências -

O concurso 1.718 da Mega-Sena, que teve seu sorteio realizado em Osasco, SP, na noite desta quarta-feira (1º), acumulou a premiação, que poderá chegar a R$ 11,5 milhões no sábado que vem, segundo informa a Caixa Econômica Federal, responsável pelas principais loterias do Brasil.

Dezenas sorteadas nesta quarta-feira: 04 - 30 - 31 - 32 - 47 - 53.

Para 49 apostas, a Caixa pagará R$ 41.257,55, a cada uma que acertou a Quina deste mesmo sorteio de hoje. Já os 3.197 apostadores que ganharam na Quadra, vão receber R$ 903,35, cada um deles.

Apostas
Para apostar na Mega-Sena, é necessário fazer um jogo simples com seis dezenas no valor de R$ 3,50, em qualquer casa lotérica do país, até às 19 (de Brasília) do dia do sorteio, realizado sempre aos sábados e nas quartas-feiras, em algum lugar do Brasil.

SPORT GOLEIA O INTERNACIONAL E GARANTE LIDERANÇA ISOLADA DO BRASILEIRÃO 2015

Com informações do LeiaJá -

O Sport não deu vez para o Inter nesta quarta-feira (1º). Com a Ilha do Retiro lotada, o Leão venceu marcou três gols no primeiro tempo e goleou o Colorado no Recife. André (duas vezes) e Marlone marcaram para o Rubro-Negro, que garantiu a liderança isolada do Campeonato Brasileiro, com 22 pontos. 

Leão atropela o Inter

O técnico argentino Diego Aguirre optou por poupar quatro atletas, além dos nove desfalques. Mas talvez tenha se arrependido da escolha ainda na etapa inicial na Ilha do Retiro. A superioridade do Sport no primeiro tempo foi absoluta, principalmente após os 15 minutos iniciais e sobretudo pela velocidade nos contragolpes com Maikon Leite. O jogo esteve equilibrado até o primeiro gol leonino, aos nove, que foi marcado por André.

O centroavante roubou a bola na intermediária, partiu em contra-ataque e rolou para Régis que poderia ter chutado, mas entrou na área, tentou o drible e foi derrubado. Pênalti marcado, o próprio meia pediu para bater. Mas o técnico Eduardo Baptista intercedeu para que André cobrasse. O atacante colocou no canto direito, deslocou Muriel e marcou o gol.

O segundo gol leonino saiu logo aos 30 minutos. Em cobrança de escanteio de Maikon Leite, a bola passou por todo mundo e sobrou nos pés de Marlone, que pegou de primeira e acertou o canto de Muriel. A primeira boa chance – e única do Inter saiu apenas aos 34 da etapa inicial. Valdívia tabelou com Nilmar e chutou. Mas saiu sem força e Danilo Fernandes não teve dificuldades para defender.

Já o terceiro tento saiu aos 32 minutos. Também em contra-ataque puxado por Maikon Leite - após lançamento de Rithely - Régis recebeu no meio e passou para André. O centroavante dominou e bateu no canto, saiu com pouca força, mas foi o suficiente para encontrar as redes. 

Na segunda etapa, a chuva caiu e esfriou o jogo. O Sport tentou fazer o mesmo. E conseguiu sem muitas dificuldades. O Inter até cresceu na partida, mas parou em Danilo Fernandes nas poucas oportunidades que teve para marcar.

FICHA DE JOGO

SPORT 3

Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Mancha, Maikon Leite (Neto Moura), Régis (Samuel) e Marlone; André. Técnico: Eduardo Baptista.

INTERNACIONAL 0

Muriel; Léo, Alan, Nilton e Geferson; Nicolás F., Wellington (Rodrigo Dourado), Jorge Henrique e Valdívia (Vitinho); Nilmar (Alisson Farias) e Rafael Moura. Técnico: Diego Aguirre.

Torneio: Campeonato Brasileiro – Série A – 10ª rodada

Local: Ilha do Retiro (Recife)

Arbitragem:  Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)

Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)

Gols: André (9 do 1ºT e 32 do 1ºT), Marlone (30 do 1ºT) – Sport;

Cartões amarelos: Régis – Sport; Geferson - Inter.

Cartão vermelho: Léo - Inter 

LIQUIGÁS ABRE 4.625 VAGAS PARA TODO O BRASIL, COM 250 PARA PERNAMBUCO

Com informações do CORREIO WEB -

Um novo edital de abertura de concurso público foi lançado pela Liquigás Distribuidora, empresa da Petrobras, no Diário Oficial da União desta quarta-feira. São ao todo 4.625 vagas, sendo 145 para provimento imediato e 4.480 para cadastro reserva. Ao todos, há 250 vagas para Pernambuco distribuídas nas funções de ajudante de carga e descarga, oficial de produção, assistente administrativo, oficial de manutenção elétrica, oficial de manutenção eletrônica, oficial de manutenção mecânica e técnico de instalações. 

De acordo com o documento, a Fundação Cesgranrio vai aplicar as provas no dia 20 de setembro. As remunerações vão de R$ 1.083,83 a R$ 4.656,67. Confira os cargos abaixo:

Nível superior: engenheiro júnior - mecânica, profissional de vendas júnior, profissional júnior para áreas de administração, ciências contábeis, ciências econômicas, comunicação social, direito e tecnologia da informação/análise de infraestrutura.

Nível médio: ajudante de motorista granel, assistente administrativo, motorista de caminhão granel, oficial de manutenção i para áreas de elétrica, eletrônica e mecânica, técnico de instalações, técnico de segurança do trabalho.

Nível fundamental: ajudante de carga e descarga e oficial de produção. 

Com taxas entre R$ 35 e R$ 65, as inscrições podem ser feitas de 15 de julho a 10 de agosto, pelo site www.cesgranrio.org.br. O edital reserva 205 das vagas para candidatos negros e 55 a pessoas com deficiência.

Haverá ainda avaliação psicológica para todos os candidatos e exame de capacitação física apenas para quem concorrer aos cargos de ajudante de carga/descarga e oficial de produção. Veja todo o conteúdo exigido no edital de abertura.

As chances são para lotação no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Tocantins, Amapá, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Sergipe e Alagoas.

Além do salário, os aprovados terão direito a vale gás, vale refeição ou refeitório no local, vale alimentação, assistência médica, vale transporte, convênio farmácia, convênio odontológico, auxílio a filho excepcional, auxílio funeral, seguro de vida em grupo, auxílio-creche (somente para empregada ou excepcionalmente para o empregado, quando possuir a guarda definitiva), adicional por tempo de serviço e plano de previdência Liquigás.

Foto: Divulgação

NORDESTE REGISTRA MAIOR QUEDA NA POPULARIDADE DE DILMA

Com informações do PE247 -

O Nordeste foi a região do Brasil onde a queda na popularidade da presidente Dilma Rousseff foi verificada de maneira mais acentuada. De acordo com pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta quarta-feira (1), a avaliação dos nordestinos que avaliavam o governo como bom ou ótimo caiu de 18% para 13% entre os meses de março e junho. O índice dos que consideram o governo Dilma como ruim ou péssimo passou de 55% para 63% no mesmo período.

A situação deve se mostrar um fator de preocupação grande para o governo e também para o PT, já que é no Nordeste que a legenda e o governo concentram os melhores índices. A Região, inclusive, é apontada como a que assegurou a reeleição da petista em função do alto número de votos nas últimas eleições presidenciais. Em termos proporcionais, o Nordeste foi onde o PT obteve o seu melhor desempenho eleitoral.

Já no Sudeste, somente 8% dos eleitores avaliaram o governo como bom ou ótimo. Em março, este índice era de 11%. Entre os que avaliam o governo como regular, o índice passou de 22% para 18%. Já os que avaliam o desempenho do governo como "ruim ou péssimo" passou de 68% para 74%

No Sul do país, entretanto, a pesquisa apontou que os eleitores que consideravam o governo como bom ou ótimo subiu, passando de 8% em março para 10% em junho. Entre os que avaliam o desempenho do governo como regular, o índice passou de 22% para 24%. Já os que consideram o governo passaram de 71% para 67%.

TRÊS TREMORES DE TERRA SÃO REGISTRADOS EM CARUARU, NO AGRESTE DE PE

Com informações do NE10 INTERIOR -

Três tremores de terra foram registrados em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com o Laboratório de Sismologia da Universidade do Rio Grande do Norte (UFRN), o primeiro abalo sísmico foi registrado às 16h49 dessa terça-feira (30), atingido 2.2 graus na escala Richter, que vai até 9 graus. 

O segundo ocorreu na sequencia, mas não teve magnitude confirmada. Já o terceiro tremor ocorreu na madrugada desta quarta-feira (1º), por vola das 3h15. 

De acordo com o coordenado do Laboratório de Sismologia, Joaquim Ferreira, os equipamentos registraram o evento desta madrugada, mas a intensidade do fenômeno ainda não foi calculada. Moradores do município postaram em várias redes sociais afirmando ter sentido a terra tremer. 

Foto: Divulgação

APROVAÇÃO DO GOVERNO DILMA CAI PARA 9%, INFORMA CNI-IBOPE

Com informações do Blog de Jamildo -

A popularidade do governo Dilma Rousseff recuou em junho. O número de brasileiros que considera o governo ótimo ou bom caiu de 12% em março para 9% em junho. O percentual da população que avalia o governo como ruim ou péssimo subiu de 64% em março para 68% em junho, mostra a pesquisa CNI-Ibope, divulgada nesta quarta-feira, 1º de julho, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O levantamento informa ainda que 83% desaprovam a maneira de governar da presidente e 78% não confiam em Dilma Rousseff. “As maiores reduções da popularidade ocorrem nos estratos em que a presidente tende a ser melhor avaliada, ou seja, entre as pessoas com renda familiar baixa, os que residem na região Nordeste, os que possuem baixo grau de instrução e na faixa da população com 55 anos ou mais”, diz a pesquisa.

A popularidade do governo está caindo mesmo entre as pessoas que declararam ter votado na presidente no segundo turno das eleições de 2014. Entre os eleitores da presidente Dilma, o percentual de pessoas que avaliam o governo como ruim ou péssimo subiu de 45% em março para 53% em junho.”Dentre os que declararam terem votado em Aécio Neves no segundo turno, o percentual dos que consideram o governo como ruim ou péssimo subiu de 83% em março para 87% em junho”, informa a CNI-Ibope.

Conforme o levantamento, o número de pessoas que considera o atual governo da presidente Dilma pior do que o primeiro mandato aumentou para 82% em junho. Era de 76% em março. Os brasileiros também estão pessimistas com relação ao restante do governo. Para 61% da população, o restante do governo será ruim ou péssimo.

Foto: Divulgação

CÂMARA DOS DEPUTADOS REJEITA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL PARA CRIMES GRAVES

Com informações do G1 -

A Câmara dos Deputados rejeitou nesta terça-feira (30) o texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos nos casos de crimes graves. Para ser aprovada, a PEC precisava de ao menos 308 votos favoráveis – equivalente a 3/5 do número total de deputados –, mas somente 303 deputados foram a favor. Outros 184 votos foram contra e houve 3 abstenções.

Apesar da derrubada da matéria, a Casa ainda precisará votar o texto original, que reduz a idade penal para 16 anos em qualquer crime. De acordo com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a votação deverá ser retomada na próxima semana ou depois do recesso parlamentar de julho. Se a matéria for rejeitada outra vez, a proposta será arquivada.

Pela PEC, poderiam ser penalizados criminalmente os jovens com 16 anos ou mais que cometessem crimes hediondos (como latrocínio e estupro), homicídio doloso (intencional), lesão corporal grave, seguida ou não de morte, e roubo qualificado. Eles deveriam cumprir a pena em estabelecimento separado dos maiores de 18 anos e dos menores de 16 anos.

A rejeição da PEC foi comemorada por cerca de 200 manifestantes ligados à União Nacional dos Estudantes (UNE) e à União Nacional dos Estudantes Secundaristas (UNES)  que acompanharam a sessão das galerias do plenário (veja vídeo acima). Eles gritaram palavras de ordem e repetiram o grito "não, não, não à redução".

Por acordo entre líderes partidários, 10 parlamentares foram escolhidos para falar a favor do projeto em plenário e outros 10 discursaram contra. O líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ), defendeu a proposta. “É um texto que tem equilíbrio, propõe a redução para crimes graves, hediondos, crimes contra a vida. Fico imaginando a justificativa para se suprimir a vida de alguém. É injustificável, nem a idade nem a classe social justificam.”

O líder do Solidariedade, Arthur Maia (BA), afirmou acreditar um jovem de 16 anos que comete crime tem “absoluta consciência” do que está fazendo. “Nenhum jovem deve temer a aprovação dessa lei. A lei serve para punir criminosos. Ser pobre e ser humilde não é salvo-conduto para matar e estuprar”, disse.
Já PT se posicionou contra alterar a Constituição para reduzir a maioridade penal e defendeu como alternativa à PEC alterar o Estatuto da Criança e do Adolescente para ampliar o tempo de internação de jovens que cometem crimes graves.

"Todos querem combater a violência, e se combate a violência reformando o ECA. [Defendemos] a ampliação do tempo máximo de internação daqueles que praticam crime com grave ameaça de 3 para oito anos. As civilizações modernas trabalham a ideia da ressocialização, não é cadeia mais cadeia", discursou o líder do governo, José Guimarães (CE).

O líder do PSOL, Chico Alencar (RJ), também defendeu que a punição a menores de 18 anos não resolve o problema da criminalidade no país. Para ele, é preciso investir em educação e ações sociais. “Estamos discutindo uma decisão que vai ter efeito constitucional sobre se apostamos no ódio, na vingança, no vigiar e punir ou na educação e proteção integral à criança e ao adolescente.”
O texto da PEC inicialmente previa reduzir a maioridade para 16 anos para qualquer tipo de delito. Por acordo entre parlamentares do PSDB, do PMDB e outros partidos, o relator da proposta na comissão especial, deputado Laerte Bessa (PR-DF), alterou o próprio relatório para restringir a responsabilização penal a crimes graves.

Protestos
A votação foi acompanhada por poucos manifestantes nas galerias, já que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), impediu a entrada do público após tumulto no anexo 2 da Casa, prédio que tem ligação com o corredor que dá acesso ao plenário principal. Manifestantes ligado à União Nacional dos Estudantes (UNE) e à União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) que estavam do lado de fora do edifício tentaram forçar a entrada e foram contidos com spray de pimenta.

Antes disso, o deputado Heráclito Fortes (PSB-PI) foi derrubado em um dos acessos ao salão verde da Câmara, durante protesto de estudantes que haviam conseguido permissão para entrar. Fortes foi cercado pelos manifestantes no saguão do Anexo 2. Policiais legislativos tentaram garantir a passagem do parlamentar do PSB, mas, em meio à confusão, um dos estudantes o empurrou. O deputado caiu no chão e ficou estirado por alguns segundos. Com o auxílio de seguranças, se levantou e cruzou rapidamente a porta que dá acesso ao corredor.

Foto: Divulgação

terça-feira, 30 de junho de 2015

BANCO BRASIL EM PERNAMBUCO É PROIBIDO DE FAZER OPERAÇÕES DE CÂMBIO COM DÓLARES

Com informações da FOLHA PE -

O Banco do Brasil (BB) foi notificado pelo Procon de Pernambuco pela venda de dólares falsos e está proibido de realizar operações de câmbio em agências de todo o Estado por 30 dias. O prazo pode ser encurtado ou prorrogado à medida que a instituição prove que providências estão sendo tomadas depois da confirmação de que clientes foram vítimas da fraude. Caso qualquer moeda estrangeira seja comercializada, o BB estará sujeito a multa de R$ 500 mil por dia em que a decisão for descumprida.

Em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (30), representantes da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) também informaram que o banco terá 24 horas para apresentar um plano de assistência jurídica e material às pessoas que compraram dólares sem procedência junto à instituição. O prazo começou a contar às 14h57, hora em que o banco foi notificado pelo Estado.

Na segunda (29), o BB confirmou que seis clientes adquiriram cédulas falsificadas e que 13 casos são averiguados. A fraude, que é investigada pela Polícia Federal (PF), ganhou repercussão com o drama da pernambucana Amanda Parris, que tentou depositar notas obtidas na agência da avenida Rio Branco, no Bairro do Recife, em um banco dos Estados Unidos. A jovem é investigada pelo FBI, assim como seu pai, João Neto Silva, que viajou com o dinheiro e está impedido de voltar ao Brasil.

Por meio de nota, assessoria de imprensa do Banco do Brasil esclareceu que a instituição recebeu “com surpresa” a notificação e que, no texto oficial divulgado na segunda-feira, já havia esclarecido que “tomou todas as medidas de segurança necessárias, o que incluiu a identificação e isolamento de todo o lote de cédulas que originou as ocorrências”. Ainda na nota, o banco reafirmou “que se trata de um caso pontual, e que não existe risco para os demais clientes que realizaram ou venham a realizar operações de câmbio em Recife ou em qualquer outra agência em Pernambuco ou no Pais”.

A instituição também esclareceu que “todos os clientes que adquiriram ou possam ter adquirido as notas fraudadas já foram contactados pelo Banco do Brasil e receberam orientações”, e que um advogado foi contratado “nos Estados Unidos para apoio jurídico ao sr João Silva e sua filha”. Esse profissional “já realizou contatos com os clientes e protocolou documentação necessária às autoridades policiais americanas responsáveis pela investigação”. O banco, por fim, “lamentou a notificação recebida, sem qualquer pedido prévio de esclarecimento, e reafirma que atua há mais de 30 anos no mercado de câmbio, e é líder no segmento”.

Foto: Reprodução

VEREADOR CLAUDEMIR É PRESTIGIADO POR POLÍTICOS E LIDERANÇAS, PELO SEU TRABALHO PARA XUCURU

Com informações do Blog -

O vereador Claudemir Paulino, atual representante do distrito de Xucuru, município de Belo Jardim, agreste de Pernambuco, é um político diferente por ter feito sempre mais por sua região, buscando apoios e parcerias para trazer mais inúmeros benefícios para a população, sem medir esforços junto aos poderes constituídos, leia-se, prefeitura de Belo Jardim, Governo Estadual e deputados estadual e federal.

Claudemir não se cansa de ir em busca de ações e obras importantes para a região de Xucuru, procurando trazer obras como o calçamento entre o distrito e Belo Jardim, com verbas estaduais calçando trechos da serra da jurema e da igrejinha, melhorando o fluxo de veículos, principalmente na época do inverno, recuperação de estradas da zona rural de Xucuru, como realizou, recentemente, nos sítios Conceição, Carlota, Imbé e Lagoa de Pedra, em parceria com o prefeito João Mendonça. Início da construção da academia da saúde no Sítio Palha, além de esforço para a chegada do asfalto entre Jenipapo e Xucuru, através dos governos do Estado e  Federal. Realização de grandes eventos públicos na localidade, com apresentação de bandas e artistas de renome nacional, como o caso da banda Capim com Mel, que fez show ano passado na festa do padroeiro local, além da valorização da cultura popular local, através do Coco de Roda do Sítio Palha e Lagoa, durante as comemorações juninas. Ainda tem o sinal de celular da VIVO, prestes a completar um ano de funcionamento, com um bom serviço para os usuários que crescem cada dia mais, um privilégio para a região, já que em outras localidades, semelhante sinal não funciona bem, segundo informações.

Por estas e tantas outras ações, é que o legítimo representante do povo de Xucuru na Câmara Municipal de Belo Jardim, é sempre reconhecido por lideranças políticas importantes do nosso estado, por sua luta incansável para fazer o melhor para o distrito, que é tão importante quanto muitas cidades. Portanto, políticos como o governador Paulo Câmara, o deputado Federal Bruno Araújo,o prefeito de Jataúba Antônio de Roque, o ex-prefeito de Sanharó, César Freitas, além do Secretário de Obras de Belo Jardim, Nildomar Santana, sabem da capacidade de Claudemir, de sempre fazer mais por Xucuru e região.






Fotos: Assessoria

IRMÃO LÁZARO EM SANHARÓ, PE, NO PÁTIO DE EVENTOS, NESTA TERÇA-FEIRA


DETRAN-PE: BICICLETA NAS PROVAS A PARTIR DESTA QUARTA

Com informações do Blog do Magno Martins -

A partir desta quarta (1º), pela primeira vez no Brasil, uma unidade do Departamento Estadual de Trânsito – Detran, incluirá em seus exames práticos um protótipo de bicicleta. O objetivo é orientar os candidatos à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) sobre o convívio saudável entre motoristas e ciclistas. Pernambuco inovou e já instalou no pátio de exames práticos do órgão, duas bicicletas estáticas com um boneco acoplado para simular a presença do ciclista no trânsito.

As faltas cometidas pelo candidato durante a avaliação do exame de direção veicular que estiverem relacionadas à bicicleta incorrerá na prática de falta média durante o exame, com atribuição de dois pontos negativos, ao candidato que deixar de guardar a distância lateral de 1,5m, ao passar ou ultrapassar a bicicleta estática. Dessa forma, os futuros condutores praticarão o que já está determinado pela Lei nº 9.503 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no artigo 201: o motorista deve manter a distância de um metro e meio de qualquer ciclista, podendo sofrer infração média (R$ 85,13), sob a penalidade de multa nos casos de descumprimento.

Segundo Charles Ribeiro, diretor presidente do Detran-PE, além das regras da legislação de trânsito que são aplicados ao exame de direção veicular, os candidatos à CNHs, também serão avaliados em relação aos cuidados que deverão ter com o ciclista e o modal representado pelas bicicletas estáticas. Ele informou ainda que o mesmo modelo de exame será, em breve, implantado em todas as Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) de Pernambuco.

Ribeiro disse ainda que, foi realizado pela Secretaria das Cidades, por meio do Detran-PE, curso com instrutores dos Centros de Formação de Condutores – CFC’s, de todo o Estado, com o objetivo de trabalhar o tema “A bicicleta como modal de transporte”. “Ao longo do curso, foram capacitados cerca de 2 mil e 550 instrutores sobre legislação de trânsito e regras de direção defensiva, sempre com foco no convívio sadio da bicicleta com outros modais de transporte”, concluiu.

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More